Post Page Advertisement [Top]

CearáSegurança

SSPDS e equipe da PRF apresentam para ministro da Segurança projeto pioneiro desenvolvido no Ceará


Um projeto pioneiro, que vem sendo desenvolvido e já posto em prática no Estado do Ceará, realizado pela Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) e pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), com o apoio da Universidade Federal do Ceará (UFC), foi apresentado ao ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann. Participaram da reunião, o secretário da Segurança, André Costa, o Diretor-Geral da Polícia Rodoviária Federal, Renato Dias, e a equipe técnica da PRF, que tem trabalhado no projeto Segurança Pública Integrada – SPI. O encontro foi realizado no Rio de Janeiro, nessa quinta-feira (28).

O SPI, que foi apresentado pelo inspetor da PRF, Aloísio Lira, é um projeto piloto implantado no Ceará que prega a análise de inteligência policial com o uso de tecnologia e integração de câmeras para desenvolvimento de estratégias contra a criminalidade. A iniciativa já vem apresentando resultados expressivos, como por exemplo, no auxílio da melhoria de índices criminais. Os Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLI), os Crimes Violentos Contra o Patrimônio (CVP) e, especificamente, o roubo de carros.

Para o secretário André Costa, o encontro com o ministro Raul Jungmann foi importante na medida em que coloca o trabalho que vem sendo desenvolvido no Ceará como uma eficiente opção de combate à criminalidade para os outros estados do país. “Na reunião com o ministro foi possível expor a estratégia de segurança pública do Estado do Ceará, construída em especial com a PRF, além das tecnologias que foram e estão sendo desenvolvidas para apoiar essas estratégias, em uma parceria entre a SSPDS, PRF e UFC. Na oportunidade, respondemos a diversas indagações do ministro, permitindo assim a decisão política de colocar o Estado do Ceará como o polo de produção de tecnologias de segurança pública para o país. O aprofundamento da estratégia construída de maneira unificada no Ceará para modelar a integração dos órgãos de segurança pública em todo o País, nas esferas federal, estadual e municipal, também foi apresentado como um modelo que pode ser disponibilizado para as outras unidades da federação”, destacou o secretário André Costa.

Sobre o SPI

O projeto SPI teve início a partir de uma ferramenta tecnológica da PRF que era utilizada, até então, somente no combate aos crimes no âmbito das rodovias federais. A partir da parceria iniciada com a SSPDS, trabalhou-se a ideia pioneira de empregar essa mesma tecnologia dentro dos grandes centros urbanos, partindo do pressuposto de que o crime, especialmente o roubo e o homicídio, se utiliza do veículo automotor para seu sucesso e fuga.

Para aprimorar trabalho de investigação e inteligência das forças de segurança do Ceará, foi aproveitada a expertise da PRF em tecnologia de segurança pública, aliada a conhecimento em TI, investigação e inteligência da SSPDS para criar um Big Data da segurança pública do Ceará. Em seguida, pesquisadores da UFC se juntaram ao projeto. Os sistemas dos órgãos de segurança pública do Estado passaram a ser remodelados para que estes pudessem alimentar, em tempo real, o Big Data e facilitar o processo de investigação, inteligência e tomada de decisão. Todas essas informações do Big Data ficarão à disposição dos gestores através do painel analítico. Atualmente, cerca de 200 profissionais, entre pesquisadores da UFC e policiais pesquisadores, trabalham na iniciativa.

A iniciativa ganha maior notoriedade com a escolha do Ceará para a construção do maior laboratório de segurança pública da América Latina – o Laboratório Integrado de Segurança Pública (Lisp), dentro da atual sede da PRF no Estado, cuja pedra fundamental deve ser lançada neste mês de julho. Com a chegada do laboratório, todos os acadêmicos envolvidos em pesquisa terão um local para trabalharem presencialmente em conjunto, facilitando a troca de experiências e fomentando ainda mais a integração. O Lisp acabará com os muros entre as instituições na construção de uma segurança pública integrada como preconiza o Sistema Único de Segurança Pública (Susp).

Ceará é destaque em reunião de gestores da PRF

O projeto Segurança Pública Integrada (SPI) também foi apresentado durante reunião de superintendentes da Polícia Rodoviária Federal, na cidade do Rio de Janeiro, na quarta-feira (27). A iniciativa foi apresentada pela equipe envolvida, coordenada pela Coordenação-Geral de Tecnologia da PRF e baseada no Estado do Ceará.

Em um discurso de união federativa e cooperação interestadual, o diretor-geral da PRF, Renato Dias, ladeado pelo secretário da Segurança Pública e Defesa Social do Ceará, André Costa, frisou a importância de se promover a indução de políticas publicas voltadas para o interesse social e coletivo. “Precisamos desenvolver o que for bom para a PRF e colocar à disposição de outras instituições”, destacou o diretor, aproveitando para elogiar o trabalho desenvolvido pela Secretaria da Segurança do Ceará. “O governo do Ceará tem dado um apoio extraordinário, junto com a UFC, nesse processo. A minha fala aqui é de otimismo, de superação, de comprometimento profissional. O Nordeste vai ser vanguardista e exemplo para o resto do Brasil”, ressaltou.

Já o secretário André Costa, destacou a integração entre a SSPDS e a PRF no Ceará, que pode servir de modelo para outros estados. “Temos que reconhecer que todos têm participação e responsabilidade na segurança pública. A PRF participa de decisões estratégicas da segurança pública no Ceará. Vejo um potencial grande dessas ferramentas que estamos desenvolvendo para virem aliadas ao Susp. Temos tudo para deslanchar. É um trabalho sem precedentes. Como cidadão, tenho muito orgulho do trabalho que está sendo feito”, frisou.

O post SSPDS e equipe da PRF apresentam para ministro da Segurança projeto pioneiro desenvolvido no Ceará apareceu primeiro em Governo do Estado do Ceará.


Fonte Segurança – Governo do Estado do Ceará https://ift.tt/2tSy8Tz

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Bottom Ad [Post Page]