Post Page Advertisement [Top]

PolíciaPolícia Federal

Polícia Federal deflagra operação contra garimpo ilegal no Amapá


Macapá/AP - A Polícia Federal, em conjunto com o Ministério Público Federal, deflagrou nesta sexta-feira (27) a Operação Epílogo*, desdobramento da Operação Estrada Real que desarticulou um garimpo ilegal no município de Tartarugalzinho, às margens da BR 156, conhecido como “Garimpo da Fofoca”.

Cerca de 15 policiais federais participam da operação. A ação de hoje visa o cumprimento de um mandado de busca e apreensão na área e destruição, com utilização de explosivos, de qualquer maquinário encontrado para extração de ouro.

Em setembro do ano passado, a área foi objeto de ação da própria Polícia Federal, que fechou o garimpo e prendeu o superficiário do local e outras sete pessoas que estavam lavrando ouro de forma ilegal.  Meses depois do fechamento do garimpo, novamente os garimpeiros invadiram a área e continuaram a atividade ilícita.

Naquela ocasião, a Polícia Federal constatou que a degradação ambiental chegou a 68 hectares. Isso gerou uma supressão e impedimento de regeneração da vegetação e alteração irreversível do relevo natural e da paisagem, além de risco de contaminação da água, solo e trabalhadores pela utilização do mercúrio.

A utilização de explosivos foi oriunda de uma decisão judicial da 4º Vara Federal, tendo em vista que os garimpeiros que retornaram à área estavam desenvolvendo a garimpagem do tipo subterrânea, o que exige maior trabalho e riscos aos trabalhadores, que a desenvolvem de forma precária e intensa.

A investigação acerca dos beneficiados pelo garimpo ilegal no âmbito da Operação Estrada Real continua sob segredo de justiça, e os investigados responderão, na medida de suas responsabilidades, pelos crimes de usurpação de bem da União, extração ilegal de minério, associação criminosa e lavagem de dinheiro. Se condenados, as penas podem chegar a mais de 20 anos de reclusão.

 

Comunicação Social da Polícia Federal no Amapá

cs.srap@dpf.gov.br | www.pf.gov.br

(96) 3213-7569

 


Fonte Notícias https://ift.tt/2vQYVns

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Bottom Ad [Post Page]